24 de abr de 2012

Rugby na Mídia: reportagem hilária sobre time de Teresina - PI


O programa Sabadão, da rede Meio Norte de televisão do Piauí, fez uma matéria hilária com o time UFPI Rugby, também conhecidos como Albÿnos. Na ocasião, o repórter Ítalo John, conhecido como Frasqueira, ajuda a divulgar o esporte em terras mafrenses.

Por lá, os treinos são mistos, mas na verdade ele deu mais bola para os meninos, por um motivo óbvio, como você pode ver no vídeo! Foi uma forma divertida de atrair a atenção para o rugby local. Isso reforça o nosso propósito aqui do Rugby de Calcinha: divulgar o desporto sem ser de forma quadrada, ajudando a desmistificar o preconceito por ser "violento".

Puxando a sardinha pra gente, podemos ver em ação a treinadora e blogueira do RdC Anna Joana. Uhuhhhh!!!

Confira a matéria abaixo:




Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

GANHANDO ESPAÇO NO RUGBY READY!



Caros,


É com uma inmensa alegría informo que com a preciosa ajuda do Flávio, Mille e Mourão, temos o no site RUGBY READY a versão do RUGBY READY em português Brasil no ar!


Lançamento mundial!
... Espero que essa ferramenta ajude cada vez mais a firmar o nosso esporte no país.



Quem ainda não fez ou não entendeu assuntos pelo problema do idioma, aproveite agora a fazer seu certificado Rugby Ready que é solicitado em praticamente TODOS os TORNEIOS do Território nacional.

Abraços!



TEXTO: Carlos Marvel

Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

18 de abr de 2012

De casamento marcado, astro do rúgbi é pego pelado em boate de strip




Ben Foden, um dos principais atletas do rúgbi da Inglaterra, está em uma enrascada. O jogador, que é noivo de uma cantora, foi flagrado pelado em uma boate de strip tease em Barcelona (Espanha).
astro do esporte subiu ao palco e teve a calçada abaixada por uma dançarina do Bagdad Sex Club. E, ao que parece, não se importou em se recompor.

Foden está de casamento marcado dentro de algumas semanas com a irlandesa Una Healy (com o noivo na foto abaixo), vocalista do grupo Saturdays, de acordo com o "Sun".

PS.: Genteeeeeeeeeeeeee será mesmo, eu to achando que é montagem?!? 8O~~~~  Mas de qualquer forma... VEM FICAR ASSIM AQUI EM CASA QUERIIIIDOOOOOOO!!!! *-*

FONTE: MEIO NORTE.COM





Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

Times do Brasil: Tyrannus Rugby


O Tyrannus Rugby, de São Caetano do Sul, inicia equipe da modalidade feminina em maio. Os treinos acontecerão a partir do dia 7 de maio e convocam atletas interessadas em conhecer e praticar o esporte.

Os treinos serão às segundas e quintas-feiras, em dois espaços diferentes: o primeiro no Campo do S.E.R.C. e outro na quadra do Espaço Chico Mendes, sempre das 19h30 às 21h30.

Mais um time se formando a partir de equipe masculina! Que os dois gêneros se ajudem para fazer crescer o Tyrannus! Boa sorte a todas!

Serviço
Time feminino do Tyrannus Rugby - São Caetano do Sul - SP
A partir do dia 7 de maio de 2012.
Às segundas-feiras: Campo do S.E.R.C. SANTA MARIA - R. Cavalheiro Ernesto Giuliano, 1301 - SCS
Às quintas-feiras: Quadras do Espaço Verde Chico Mendes - Av. Fernando Simonsen, 566 - SCS
Horário: das 19h30 às 21h30
Site: http://www.tyrannusrugby.com.br/


Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

3º Circuito Feminino de Rugby do Nordeste


Nos dias 28 e 29/04, Pernambuco receberá a 1ª etapa da 3ª edição do Circuito Feminino de Rugby do Nordeste.

As equipes confirmadas são:

-Galícia Rugby (BA)
-Mandacaru Rugby (AL)
-Recife Rugby (PE)
-Potiguar Rugby (RN)
-Dona Maria Rugby (CE)
-Albynos Rugby (PI)

As outras etapas acontecerão em Teresina, nos dias 21 e 22 de julho, e em Maceió, em agosto.


Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

11 de abr de 2012

1º FÓRUM SUL-AMERICANO DE RUGBY - da iniciação ao alto rendimento


A Federação Gaúcha de Rugby apresenta o Primeiro Fórum Sul-Americano de Rugby, que irá acontecer de 27 a 30 de abril, na cidade de Bento Gonçalves-RS. O fórum tem o objetivo de reunir autoridades representativas e acadêmicas do Rugby mundial para discutir e propor estratégias e planos de ações para o desenvolvimento do rugby na América do Sul.
O público alvo são professores e estudantes de educação física, esportes e áreas afins, cientistas das várias disciplinas aplicadas ao esporte, autoridades institucionais e políticas. E  gostaria de agradecer ao Prof. Alberto Reinaldo Reppold Filho, Universidde Federal do Rio Grande do Sul, Federção Gaúcha de Rugby e a Confederação Brasileira de Rugby por essa proposta que mostra que com organização e propostas educativas e sérias o esporte brasileiro e claro o rugby está se tornando mais importante e visível para o país. 
Para maiores informações acesse Federação Gaucha de Rugby e para acessar p cronograma do evento acesse Cronograma Fórum Sul-Americano de Rugby 2012.

Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

10 de abr de 2012

2ª Etapa do Circuito Paulista de Rugby Infantil

2ª Etapa do Circuito Paulista de Rugby Infantil

Local: Centro Esportivo Teatrão, São José dos Campos
Data: 15/04



Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

Temporada 2012/2013 da seleção feminina: renovação!


O treino da seleção brasileira feminina no próximo final de semana dará início às preparações oficiais para a temporada 2012/2013 e já contará com a participação das novas jogadoras recém-convocadas após a seletiva realizada algumas semanas atrás. Mais do que novidades e destaques individuais, as “novatas” da seleção integram um projeto maior de renovação do grupo de alto rendimento e já sinalizam um indicativo de novas tendências para o desenvolvimento do rugby nos clubes de onde vieram.

Entrar para o grupo de alto rendimento não é e nem pode ser considerado um fim em si: ser aprovado em uma seletiva nacional certamente abre espaço para conquistas e para um desenvolvimento vertiginoso no esporte (individual e coletivamente), mas é só uma das etapas daquilo que deve ser (e vem sendo) um trabalho focado em comprometimento e dedicação sempre ao máximo. Esse trabalho trouxe resultados expressivos para o rugby feminino nacional (coroados pela conquista do octacampeonato sul-americano no Rio de Janeiro em março deste ano), que vem sendo demonstrados desde bem antes de as nossas atletas contarem com o crescente apoio oriundo de patrocínio e convênios firmados pela CBRu. Obviamente o cenário ainda está longe do ideal: o caráter amador do esporte ainda abre espaço para essa situação em que nossas atletas da seleção se dispõem a viver PARA o rugby – mesmo que ainda não possam viver DO rugby. Os resultados colhidos certamente condecoram o esforço e dedicação desse grupo: e cabe ao projeto de renovação garantir a manutenção e seguimento desse legado construído com tanto esforço até agora.

A renovação não se restringe ao alto rendimento. Temos visto um trabalho crescente por parte dos clubes para consolidar grupos juvenis femininos – de importância inquestionável para a continuidade do plantel de qualquer clube e, por que não dizer?, para o rugby feminino no geral – mas, como isso merece um post exclusivo, me atenho à importância que essas atletas recém-convocadas terão para o crescimento dos clubes de onde vieram.

Conversando com recém-convocada atleta Luiza Campos (foto à esquerda), do tradicional clube Charrua do Rio Grande do Sul, foi possível identificar alguns traços alinhados ao perfil de jogadora que se pretende ter no grupo de alto rendimento hoje; e ter perspectivas otimistas quanto ao que essas jogadoras podem ajudar seus respectivos clubes a alcançar.

Como a maioria de nós, ela começou no rugby por hobby e no início duvidou que poderia ter um futuro mais ambicioso nesse esporte; o estigma de esporte “para-pessoas-fortes-e-grandes” ainda parece persistir. Luiza disse “sempre sonhei em entrar na seleção e jogar pelo meu país, mas no inicio eu achava que meu tipo físico e não ia me levar pra frente. Acabei me apaixonando pelo meu hobby e fazendo dele quase a minha rotina, comecei a ir à academia todos os dias com um amigo que faz educação física que me orientou nos treinos físicos... além claro das gurias do Charrua, que sempre me ajudaram e incentivaram nos treinos”. Quando questionada sobre a pressão inevitável que é fazer parte da seleção, já demonstrou entender que essa primeira convocação é apenas o início: “eu acho que cobranças são boas, depois de ter sido chamada pro treino botei na minha cabeça que agora é só o começo, tenho que treinar muito mais e me alimentar bem melhor pra poder render mais e mostrar que não estou lá para brincar”.

A oportunidade não se restringe ao seu desenvolvimento individual; o próprio Charrua já sente a diferença de ter integradas na equipe atletas do alto rendimento, como é o caso da Lucia Beatriz, hoje treinadora da equipe feminina. “A treinadora do feminino é a Lucia, que jogava na seleção; quando ela tava lá sempre voltava dos treinos com algo novo pra nós, seja exercícios ou tipos de defesa e ataque e agora é a minha vez de fazer isso, absorver conhecimentos pra poder repassar para minha equipe, afinal, queremos que todo mundo evolua”, confirmou Luiza.

Se a páscoa traz inspirações de renovação por seu significado simbólico, então esta semana é certamente a ocasião perfeita para que se iniciem os preparativos para a temporada 2012/2013 da nossa seleção. E, tomando por base o que já foi conquistado este ano e o ânimo das novas atletas recém-convocadas, o começo não poderia ser melhor.

Lista completa das jogadoras convocadas para o treino do próximo final de semana:
Angélica Pereira Gevaerd - SPAC
Ayna dos Santos Christovam - SPAC
Barbara Rodrigues Santiago - NITEROI RFC
Beatriz Pereira da Silva - DESTERRO RC
Beatriz Futuro Mühlbauer - NITEROI RFC
Bruna Pamela Lotufo - BANDEIRANTES RC
Carla Barbosa - SÃO JOSÉ RC
Edna Santini - SÃO JOSÉ RC
Isadora Perna - SÃO JOSÉ RC
Gabriela de Pellegrini - CURITIBA RC
Gabriela Pioli - SPAC
Julia Albino Sardá - DESTERRO RC
Juliana Esteves Santos - BANDEIRANTES RC
Letícia Nogueira Medeiros - JACAREI RC
Luíza Campos – CHARRUA RC
Maira Bravo Behrendt - SPAC
Maira Magdaleno da Ros - DESTERRO RC
Maria Gabriela Ávila - SPAC
Mariana Barbosa Ramalho - SPAC
Nívea Barbosa Ferreira - BANDEIRANTES RC
Olivia Coelho – INDAIATUBA RC
Paula Harumi Ishibashi - SPAC
Raquel Cristina Kochhann - SERRA RC
Shaiane Aguiar - DESTERRO RC
Schwarleny Schwambach - BANDEIRANTES RC
Tatiana Santana - RIO BRANCO RC
Maria Mikaela Pitta Oliveira - DESTERRO RC
Vanessa das Chagas - DESTERRO RC
Vanessa Gardelim - SÃO JOSÉ RC



Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha
Continue lendo...

6 de abr de 2012

Cadeiras de rodas infantis para rugby são entregues em escola

A Escola Municipal Paulo Freire, em Niterói (RJ), recebeu dez cadeiras de rodas para a prática de rugby entre crianças e adolescentes de 7 a 16 anos, em evento realizado no dia 3 de abril. Sem similar no mundo, o equipamento integra o projeto Desenvolvimento de equipamentos para massificação do Rugby a partir da inclusão do esporte na Rede Pública de Ensino, coordenado pelo Instituto Nacional de Tecnologia (INT) e financiado pela Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj).

Conhecido também pelo nome da campanha “Eu jogo rugby. E você?”, o projeto agrega parcerias com as secretarias municipais de Educação e de Esportes de Niterói, a Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas (ABRC), o Niterói Rugby Football Clube e a empresa Alphamix. Durante a cerimônia de entrega, a secretária de Educação de Niterói, Maria Inês Azevedo de Oliveira, e o presidente da Fundação Municipal de Educação, Luiz Fernandes Braga, destacaram a importância do projeto para a inclusão social e o desenvolvimento da cidadania entre as crianças.

O vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Luiz Claudio Pereira, relatou o desafio de desenvolver cadeiras de rodas para a prática de rugby. "A luta não era fácil, mas durante os dois anos de projeto, a equipe do INT trabalhou incansavelmente para hoje oferecer cadeiras de rodas infantis dentro das normas internacionais de qualidade e segurança. Com certeza, é um passo importante para a popularização desse esporte", avalia Pereira. A coordenadora do projeto, Maria Carolina Santos, do Núcleo de Desenvolvimento Social do INT, explicou que o projeto visa a inovação tecnológica para massificação do rugby, que será introduzido nas Olimpíadas em 2016, tendo sua versão paraolímpica, o quad-rugby, já incorporada desde 2000.
"A Escola Municipal Paulo Freire servirá como polo para a prática do jogo em cadeira de rodas, sendo que, com apoio do projeto, outras cinco escolas já tiveram o rugby convencional incluído em suas práticas de educação física ", relata a co
ordenadora.

Para a implantação do esporte na rede pública de ensino de Niterói, os professores foram capacitados para conduzir e multiplicar tanto a prática do rugby convencional como em cadeira de rodas. O curso foi ministrado por atletas, incluindo treinadores e jogadores da seleção brasileira das duas modalidades. No grupo do quad-rugby, que agrega paraplégicos com comprometimento em pelo menos três membros, incluindo tetraplégicos, amputados e portadores de paralisia cerebral, os alunos passaram por avaliação física pela equipe de fisioterapia da ABRC. Os Pais de alunos também foram sensibilizados em reuniões com a equipe do projeto, especialmente para incluir os alunos com deficiência nas atividades.

Além das novas cadeiras de rodas, a equipe de Desenho Industrial do INT já apresentou protótipos de equipamentos para o rugby convencional: a baliza “H” desmontável, utilizada para a marcação dos tries (correspondentes aos gols do futebol), aprimorada para melhor transporte e adaptação aos campos; e o contact pad, escudo almofadado usado nos treinos.





Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

5 de abr de 2012

Pasteur convida equipes para a 2ª etapa do Circuito Paulista Feminino de 7s



O Pasteur Athlétique Club (PAC), clube de rugby de origem francesa com mais de 30 anos de tradição, em parceria com a Federação Paulista de Rugby (FPR), sediará a segunda etapa do Circuito Paulista Feminino de Rugby 7s no dia 22 de abril, domingo. O torneio ocorre na Arena Paulista de Rugby, dentro do Parque Esportivo dos Trabalhadores, com início às 9h da manhã. São 12 vagas abertas para as categorias Adulto A e B.

Durante a etapa, o Pasteur ainda promove jogos amistosos entre equipes juvenis femininas (M18). O núcleo Feminino do PAC, responsável pela organização do evento, divulgará a tabela dos jogos e o regulamento oficial do torneio na semana que antecede o campeonato.

De acordo com a FPR, estarão aptas a se inscrever nessa segunda etapa todas as equipes femininas filiadas à FPR que tiverem regularizado a situação da equipe até uma semana antes do torneio.

As inscrições só são confirmadas por ordem de pagamento mediante sua comprovação no e-mail femininopac@gmail.com até a data estipulada pelo clube (15/04).


Anote em sua agenda:

2ª etapa do Circuito Paulista Feminino de Rugby 7s
Data: 22 de abril, domingo
Horário: a partir das 9h
Local: Arena Paulista de Rugby (Parque dos Trabalhadores) - Rua Canuto de Abreu, s/n – CERET Tatuapé
Inscrições: Gabriela Gabriel ­(femininopac@gmail.com)


Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha
Continue lendo...

4 de abr de 2012

Seletiva nacional para a equipe Feminina foi um sucesso

Trabalhos reuniram 40 atletas de todo o Brasil

A seletiva nacional para a equipe feminina brasileira, realizada neste fim-de-semana no Centro de Treinamentos em São José dos Campos/SP, foi considerada um grande sucesso.

O evento recebeu 40 atletas vindas de diversos clubes de todo o país e os trabalhos divididos em duas sessões de treinos no sábado e no domingo.

Para o treinador José Eduardo Moraes, que coordenou a seletiva, o nível de jogo e de preparo físico das jogadoras subiu muito e isso é representado em um número muito menor de cortes em função da preparação física em relação ao ano passado, além de haver aumentado o número de selecionadas para os próximos trabalhos da Seleção feminina. Ao todo, 9 jogadoras serão integradas.

A Confederação Brasileira de Rugby agradece o esforço de todas as atletas pelo comparecimento à Seletiva.

Foto: Divulgação/CBRu


Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

3 de abr de 2012

Domingo de estreias e reencontros no SPAC



Foto: Daniel Venturole - Portal do Rugby
No último domingo (1) o SPAC sediou a primeira etapa do Circuito Paulista Feminino de Rugby 7s, que pretende ser exclusivo da categoria e realizado em oito etapas ao longo do ano. Mais do que o início de um torneio e a abertura oficial da temporada deste ano, o evento foi uma oportunidade de conferir estreias e reunir boa parte do plantel feminino de rugby do estado de São Paulo – que reafirma seu potencial de crescimento e volume de envolvimento com o esporte.
Integraram as equipes muitas das atletas que voltaram de uma temporada intensa de treinos, viagens e torneios pela Seleção Brasileira, e que puderam finalmente sentir de novo o gosto de jogar “em casa” com suas companheiras de clube. As vitórias das equipes A e B do SPAC no torneio trouxeram o notório primeiro lugar das duas séries para o SPAC – após uma final eletrizante no clássico SPAC x Band, definida por um try do SPAC no último minuto da partida - porém talvez o destaque do dia ainda tenha sido a estreia da categoria M-18 em um quadrangular amistoso que contou com a participação da categoria juvenil do Bandeirantes, São José e do projeto Rugby Para Todos.
O destaque ao M-18 não se deve ao fator “estreia” apenas; a preocupação com o estímulo à criação de equipes juvenis femininas está no centro do que é a questão principal do desenvolvimento do rugby feminino para o futuro. Alguns posts atrás falei sobre o planejamento estratégico do International Rugby Board para os próximos cinco anos (e por sinal devo mais posts sobre o assunto), e talvez um bom ponto de partida para estarmos alinhadas com o que está proposto nesse plano é pensar, internamente, no que o nosso clube pretende alcançar nos próximos cinco anos. Volto a dizer: sabemos de trás pra frente o que queremos para o nosso desenvolvimento individual no rugby; e no coletivo?


Trabalhar para constituir e desenvolver um plantel juvenil feminino no clube é garantir a continuidade do legado que a sua equipe feminina vem construindo, é entender que um time de rugby é maior do que um grupo de pessoas que o compõem na atualidade, e que o amor que temos pelo esporte e pela camisa que defendemos vai além do tempo de atuação que nós, individualmente, teremos na equipe: quando nós das equipes adultas pararmos de jogar, serão essas meninas do juvenil a nos representar dentro de campo. E quanto a isso posso dizer que aparentemente as equipes do estado de SP podem ficar tranquilas: o quadrangular amistoso foi uma oportunidade também de admirar o amparo impecável que as jogadoras mais experientes prestaram às juvenis. Foi mais um daqueles momentos e emoções impagáveis que o rugby te proporciona: e, ao que tudo indica, é uma emoção que veio pra ficar.

Fotos: Daniel Venturole - Portal do Rugby




Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha
Continue lendo...

2 de abr de 2012

Entrevista com Paula Ishibashi no Tintim Por Tintim

Entrevista com a jogadora da seleção brasileira de rugby Paula Ishibashi, no programa Tintim Por Tintim, exibido no dia 02/04/12.





O programa é transmitido ao vivo todas às segundas às 16h na JustTV. Assista mais programas http://www.justtv.com.br/tintimportintim

Oferecimento: http://www.Goorila.com.br



Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

Resultado da Promoção

E as vencedoras são...

Facebook: Andrielly Paes


Twitter: Drika Zimmermann (@RockdoBatom)





Parabéns as vencedoras e estamos aguardando o endereço para o envio do prêmio.

Agradecemos ao Mapa do Rugby Feminino e a Soul Rugby pela colaboração.


Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

Arquivos

 

Rugby de Calcinha Copyright © 2009 Rugby de Calcinha