31 de mai de 2009

Sábado de Rugby no RS! :)

Como falamos em post anterior, no dia 23 tiveram vários jogos de rugby feminino no Rio Grande do Sul. Então, hoje iremos publicar as fotos e notícias que as meninas do Farrapos Rugby Clube nos enviou. :)

Sábado de muito Rugby em Bento Gonçalves
O antigo estádio da Montanha presenciou belos jogos de Rugby no sábado, dia 23. Ocorreram quatro jogos válidos pela Liga Sul, no naipe feminino e masculino adulto.
O Farrapos enfrentou os “touros” e deu trabalho no primeiro tempo, abrindo uma vantagem de 7 x 0. Mas a experiência e forte ritmo do time de Curitiba prevaleceram no segundo tempo assegurando a vitória do Unibrasil/CRC. O jovem time feminino do Farrapos enfrentou pela primeira vez um time de fora do Estado, mas não conseguiu a vitória em cima das Curitibanas.
Já o Charrua com desfalques importantes na linha, não venceu no confronto com seu conterrâneo San Diego. Diferentemente no feminino, as gurias do San Diego não pontuaram no jogo e o Charrua segue invicto na Liga Sul.
Ocorreram também jogos amistosos entre equipes femininas e M-19.
Esta etapa teve presença recorde de público que prestigiou os jogos, no antigo estádio da montanha, durante todo dia enquanto os jogos ocorriam várias pessoas passaram e procuraram saber um pouco mais do esporte.
Ao final dos jogos todas as equipes permaneceram para um animado terceiro tempo.
Os dois times em roda... Essa foto ficou show! Farrapos x Charrua
Farrapas :)

Farrapos vs. UniBrasil CRC

Farrapos vs. Charrua

Line out
Abaixo resultado dos jogos:

10h00minh - Feminino (Seven 14 min): Farrapos 0x47 Curitiba (válido pela LigaSul2009)

10h20min - M-19 Masculino (Union 80 min): Curitiba 0x17 San Diego (amistoso)

11h30minh - Feminino (Seven 14 min): San Diego 0x59 Charrua (LigaSul2009)

12h00minh - Feminino (Seven 14 min): Farrapos 0x27 Charrua (amistoso)

13h40minh - Masculino (Union 80 min): San Diego 43x12 Charrua (válido pela LigaSul2009)

15h30minh - Masculino (Union 80 min): Farrapos 17x53 Curitiba (válido pela LigaSul2009)
Muito bom!!! São iniciativas como essa que atraem um público maior para o esporte. O terceiro tempo também tem que ser divulgado, pois é muuuuuito legal jogar um esporte que tem, por tradição, a comemoração entre os times!

Por falar em terceiro tempo... As queridas do Farrapos não ganharam nos jogos, mas foram prata no campeonato de cerveja!!! UHUHHUHUUH!!!!!!! É isso aí, meninas!!!! Bah, gurias! (ic) Na próxima vocês ganham (ic)!!!!! HUIAHIEHUIAEHUIHAEUIEHIHIUIEUI

O placar da cerva ficou assim:
Charrua
Farrapos
Curitiba
San Diego

Não cospe a cerva não, guria!!! :P


VIRA! VIRA! VIRA!



Arriba! Abajo! Ao centro! PRA DENTRO!!!!!!

AHH! Outra coisa: FELIZ ANIVERSÁRIO PARA A KAMY, do FARRAPOS!!! Parabééééééns!!! Muitos trys em sua vida, não só nos jogos!!!! \o/

Beijões ;*
E bom domingão de rugby para todas (e todos ;D)!!!
Continue lendo...

30 de mai de 2009

Resultado dos jogos no RS

Como tinha informado aqui em post anterior, dia 23 teve jogo feminino no Rio Grande do Sul, tchê! E hoje publicaremos algumas fotos e notícias que nos enviaram de lá.






Sábado de muito Rugby em Bento Gonçalves




O antigo estádio da Montanha presenciou belos jogos de Rugby no último sábado (23). Ocorreram quatro jogos válidos pela Liga Sul, no naipe feminino e masculino adulto.


O Farrapos enfrentou os “touros” e deu trabalho no primeiro tempo, abrindo uma vantagem de 7 x 0. Mas a experiência e forte ritmo do time de Curitiba prevaleceram no segundo tempo assegurando a vitória do Unibrasil/CRC. O jovem time feminino do Farrapos enfrentou pela primeira vez um time de fora do Estado, mas não conseguiu a vitória em cima das Curitibanas.


Já o Charrua com desfalques importantes na linha, não venceu no confronto com seu conterrâneo San Diego. Diferentemente no feminino, as gurias do San Diego não pontuaram no jogo e o Charrua segue invicto na Liga Sul.


Ocorreram também jogos amistosos entre equipes femininas e M-19.


Esta etapa teve presença recorde de público que prestigiou os jogos, no antigo estádio da montanha, durante todo dia enquanto os jogos ocorriam várias pessoas passaram e procuraram saber um pouco mais do esporte.


Ao final dos jogos todas as equipes permaneceram para um animado terceiro tempo.




Abaixo resultado dos jogos:




10h00minh - Feminino (Seven 14 min): Farrapos 0x47 Curitiba (válido pela LigaSul2009)




10h20min - M-19 Masculino (Union 80 min): Curitiba 0x17 San Diego (amistoso)




11h30minh - Feminino (Seven 14 min): San Diego 0x59 Charrua (LigaSul2009)




12h00minh - Feminino (Seven 14 min): Farrapos 0x27 Charrua (amistoso)




13h40minh - Masculino (Union 80 min): San Diego 43x12 Charrua (válido pela LigaSul2009)




15h30minh - Masculino (Union 80 min): Farrapos 17x53 Curitiba (válido pela LigaSul2009)






As queridas do Farrapos não ganharam, mas ficaram com a prata no campeonato de cerva no Terceiro Tempo!!!!!! UHUHUHUUHHUHUHU!!! :D


Mas valeu, garotas!!! O importante é a prática do rugby, lutar pelo centímetro (que nem no vídeo) e o Terceiro Tempo do cacete! \o/




Classificação do campeonado de cerva:




Charrua


Farrapos


Curitiba


San Diego




Bah, gurias! Na próxima vocês ganham, tchê!!! HUAIHEUIAHEUIHEUIIUEAI :D




Beijão, e bom domingo de rugby pra quem for jogar amanhã! :)
Continue lendo...

28 de mai de 2009

RUGBY BRASIL para amantes do RUGBY



Alguém já ouviu ou leu algo sobre o canal "Rugby Brasil"?!?
Eu estava atualizando o perfil do orkut do Rugby de Calcinha (
http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=17926754686592552467) quando a Karlla (como sempre dando exemplo de buscando novas formas de divulgar o esporte no país, grande parceira!!!) veio me mostrar um canal novo voltado para os amantes do Rugby como mais uma forma de unir esta classe e difundir o esporte o (http://rugbybrasil.ning.com/).
Este canal é bem parecido com o que já conhecemos do orkut e é super simples de usar... o mais legal é que você pode falar com qualquer pessoa relacionada ao rugby que tenha perfil, através de um bate-papo, e sem necessariamente adiciona-lo como amigo!
Esta comunidade além de dispor de serviços que o orkut já nos proporciona (como recados, comunidades, álbuns de fotos, fóruns para discussões e outras coisas mais...), ainda tem um espaço para "blog" (confesso que essa parte eu ameeeiiii) o qual você pode escrever sobre o que quiser... \õ/


Para meio de informações, este espaço foi possível graças à liberação do domínio rugby.esp.br no qual recentemente (mais informações no site http://rugby.esp.br/info.html) foi criada a rede de relacionamentos Rugby Brasil http://rugbybrasil.ning.com/.


Então, rugbiers, este é mais um meio de entrar em contato com o maravilhoso mundo de RUGBY! Rá! Valeuu!!! Beijooos e espero que curtam mais este canal!
O Rugby de Calcinha está lá! Nosso perfil: http://rugbybrasil.ning.com/profile/RugbydeCalcinha
E nós que escrevemos também :)
Beijão!
Continue lendo...

27 de mai de 2009

TIMES DO BRASIL: RECIFE RUGBY CLUBE



E mais um time nos presenteia com a sua história, dessa vez vamos conhecer um pouco mais das "TUBARÕES". Bom, quanto ao time feminino, eu estava lendo o blog delas (http://reciferugbyclub-rrc.blogspot.com) onde uns chamam as participantes de TUBAROAS e outros de TUBARÕES FÊMEAS... fica a critério de quem chama.. kaokaopkaokp...

Me identifiquei muito com a história delas pois aqui quando é no inicio do ano, nada de rugby devido as chuvas '¬¬. E o time feminino quase não tem meninas atualmente. =/ Mas um dia isso vai mudar! Hoje quando fui olhar a nossa comunidade (http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=90342243) no orkut, tinha uma resposta a um tópico onde a Karlla do Aliança Rugby Clube nos agradecia porque após um post sobre o Time do Aliança, uma novata entrou em contato para ir treinar *-* Que lindooooo issoooooooooooo \õ/// poxa, gritei de emoção aqui, pois um dos nossos objetivos já está começando a se concretizar! xD

Chega de lererê que ai vai a História do Recife Rugby por Pollyanna Magalhães, que parece que foi tirada de um livro de tão emocionante que a história é! ;P


"Existem relatos de que existiu Rugby em Recife algum tempo atrás. Era praticado nas praias da orla marítima por grupos diferenciados, mas de forma desordenada, sem conhecimento de suas regras e fundamentos, meio misturado com outros esportes parecidos. Estes relatos são mais uma lenda do esporte mundial, já que o Rugby em Recife, e também em todo o Nordeste, é ainda desconhecido e confundido na maioria das vezes com o Futebol Americano, que foi uma derivação do Rugby dentro dos EUA, no século passado, com fins comerciais.

Mas a história e o surgimento do Recife Rugby Club (Os Tubarões) em Pernambuco não começam a partir daí, através de relatos ou lendas. E sim, uma história verídica de dois grandes amigos e ex-estudantes da Universidade Salgado de Oliveira, história essa que começa em 2004. Chamavam-se Roberto Torres e João Paulo Pardellas, que nas horas de intervalo de aula se encontravam nos corredores ou às vezes no laboratório de internet da própria Universidade, para conversar e discutir sobre noticias do Rugby Internacional e Nacional.

E ambos se divertiam, trocando idéia com outros amigos, causando curiosidades e piadas em relação ao esporte. Ambos conheceram o esporte através do Campeonato Mundial (RWC 2003), transmitido na época pela ESPN Brasil, um canal de TV por assinatura. A partir daí, no final novembro de 2004, próximo ao começo das férias da Universidade, os dois amigos tiveram a idéia de chamar outros amigos e colegas da Universidade para jogar uma partida de Rugby na praia de Boa Viagem, entre os meses de dezembro e janeiro de 2005, período de férias, como passatempo. O encontro seria marcado no mês de janeiro, em frente à Padaria Boa Viagem, Avenida Boa viagem no horário da noite.

No dia 12 de janeiro de 2005, a primeira partida marcada entre amigos não chegou a 3 participantes, algo frustrante. Na segunda partida, marcada para o dia 15, que teve divulgação boca-boca entre os amigos de bairros vizinhos, colocando recados em várias Comunidades do Orkut pela Internet, criando e causando uma boa expectativa, só teve 5 participantes.

Daí por diante, Roberto Torres & Cia. não se deixou abater pelos resultados negativos que vinha tendo nos jogos passados. E, através de muita persistência e paciência, continuou a convidar amigos e colegas de toda parte de Recife e outras Comunidades do Orkut pela Internet, sempre tentando reunir mais adeptos para o esporte, mas sem êxito. Não desistindo, terminou mudando a sua estratégia de marketing para os futuros jogos.

No dia 20 de janeiro do mesmo ano, Roberto Torres & Cia. resolve criar uma Comunidade no Orkut chamada Rugby Clube Recife. E nesse mesmo dia, à noite, a terceira partida entre amigos teve um comparecimento significante, em torno de 10 participantes. E no bate-papo descontraído depois do jogo, surgia a idéia do nome do clube: “Os Tubarões de Boa Viagem” chamando o time depois de “Tubarões Rugby Clube”, por uma referência irônica aos freqüentes ataques de tubarão nas praias de Recife. Foi este o pontapé inicial ao surgimento do que poderia vir a ser o primeiro clube de Rugby de Pernambuco e do Nordeste.

Através dessa Comunidade no Orkut aumentou a margem de divulgação local e conhecimento do esporte na internet. Mantendo uma integração a longa distância com outros donos de Comunidades no Orkut e colunistas de sites especializados do mesmo gênero, como por exemplo o colunista da "Rugby Magazine" Marcelo Wallace.

Ambos não se conheciam pessoalmente, se comunicando através de e-mails, com Marcelo dando sempre uma força de incentivo à distancia, sugerindo formas melhores de implantação do esporte por aqui e motivando Roberto a continuar lutando na frente do movimento do Rugby em Recife, marcando jogos todas os finais de semana sempre no mesmo local.

E com tudo isso foi aparecendo e aumentando o número de novos participantes, entre fevereiro e março, para praticar o Rugby nos finais de semana, chegando uma partida a reunir 25 participantes. Dentre esses novos participantes do movimento do Rugby em Recife, apareceu do nada uma figura calada e discreta com aquele sotaque em portunhol indescritível. Foi se apresentando e perguntando se poderia jogar, pois tinha lido na internet a divulgação do jogo, em alguma Comunidade do Orkut. Não sabia ele, que era só um grupo de loucos correndo atrás de uma bola oval, sem entender nada de regras e fundamentos do esporte. Podemos afirmar que o argentino Marcelo Blanco foi o primeiro e principal colaborador para o processo de evolução das partidas de finais de semana, ensinado aos poucos o grupo a jogar. Conheceu o esporte na sua cidade, ainda pequeno, levado por um amigo de família. Ex-jogador e treinador das categorias base do "Curupayti Rugby Club" (ARG).

Já morando e trabalhando há quatro anos em Recife, não acreditava que iria encontrar adeptos desse esporte por aqui. E ainda menos que iria voltar a treinar e jogar de novo. Ficou surpreso e animado para tal desafio, mas se juntou a Roberto, com boa intenção e coragem de implantar o esporte, criar uma equipe (onde ensinaria as regras e fundamentos básicos) e depois tentar fundar um Clube.

Mas a chegada de um inverno pesado (chuvas fortes no litoral pernambucano), fez com que os jogadores se espantassem, havendo uma queda imensa em numero de participantes nos jogos de finais de semana e causando desinteresse e alguns desentendimentos internos entre o grupo, bem como a quebra de todas as boas pretensões de planejamento e implantação do esporte que haviam sido combinadas por Marcelo e Roberto.

Passado esse período conturbado do inverno, os meses de junho e agosto para os ainda chamados “Tubarões de Boa Viagem” seriam o novo período de renovação no quadro do grupo, e com mais organização e comprometimento por parte de todos. Começou a união e o retorno aos poucos de partidas nos finais de semana, bem como a organização dos novos treinos técnicos durante a semana.

Dentre esses novos integrantes e colaboradores temos que destacar Edison Junior, Ex-jogador do "Brasília Rugby Clube" (BRC), que conheceu a Comunidade do Orkut “Rugby Club Recife” e se tornou membro. Ele passou a se comunicar através de e-mails com Roberto torres e a interagir no fórum com outros membros, mostrando-se muito interessado em participar e se integrar ao grupo, na sua volta definitiva para Recife, no mês de junho.

Ao desembarcar em terras pernambucanas, compareceu imediatamente a um jogo, cuja divulgação tinha lido na Comunidade do orkut. Nesse dia se apresentou e participou do jogo. Integrando-se logo ao grupo, com o passar do tempo foi se tornando uma das principais figuras carismáticas e motivadoras do time em embrião. Sempre levando ao espírito de grupo, que um jogador de Rugby traz em si, que é: união, garra e coragem. Houve muitas mudanças no quadro do grupo, aparecendo novos jogadores e colaboradores, cujos nomes não podemos destacar. Mas passou a haver mais comprometimento interno e externo com o esporte. Houve a formação de um “núcleo duro” (pequena diretoria), que organiza e planeja o futuro do Clube, hoje chamado de "Recife Rugby Club "e apelidado de “Os Tubarões de Recife”.

  • Objetivos:
  1. Implantar de forma definitiva o Rugby em Pernambuco e no Nordeste.
  2. Tentar sensibilizar a mídia local (jornais impressos, rádio, TV, etc.), através de torneios, etc.
  3. Mostrar e divulgar o esporte.
  4. Criar um projeto para órgãos na área de esporte. Apoio, espaço e divulgação.
  5. Implantar nas escolas, comunidades e universidades. Através de projetos, apresentação pratica e teóricas.
  6. Fazer parcerias com novos patrocinadores.


E o futuro!

Com uma base sólida, o Recife Rugby Club poderá pensar em participar, no futuro, de campeonatos regionais e nacionais promovidos por Clubes e pela ABR (Associação Brasileira de Rugby), trazendo títulos para o estado e elevando a região nordeste como novo pólo do Rugby Brasileiro, já que deverão surgir mais clubes."


bom como a Pollyanna não nos enviou foto eu tomei a liberdade de roubar uma no perfil do Recife Rugby. ;P


Beijos :**

Continue lendo...

26 de mai de 2009

Meu querido par de chuteiras! xD

Eu nunca comprei outra chuteira desde quando entrei no rugby... Já tenho ela a um ano e meio... E não sei se quero outra para não ter que passar pelo o sofrimento de novo.

Quando joguei a primeira vez, fui de tênis, óbvio, pois ainda não tinha certeza se iria me apaixonar pelo esporte (o que acabou acontecendo de primeira ehahehahe). Com tênis, a gente derrapa muito, corre pouco, não tem aderência. Ai me indicaram logo comprar uma chuteira...
Eu amo chuteira! Acho elegante... principalmente o barulho que ela faz no cimento (apesar de gastar as travas ehahehaehae).. TOC TOC (mas não um toc toc de salto... um toc toc de chuteira mesmo). Fui comprar a minha com o dinheiro que tinha ganhado de natal, pois meus pais nunca gostaram da idéia da filha caçula "lutar" rugby, apesar de ainda hoje eles não saberem direito o que se trata mesmo ahahahaha... Fui escolher, toda empolgada! "É pra jogar futebol?!", o vendedor perguntou. " Não, é pra jogar rugby!", falei eu toda feliz, com um sorriso besta na boca. Andei, olhei, vi os preços (não podia ser cara pois quem tava pagando era eu e a verba tava curta). Comprei a que juntou o BBB (boa, bonita e barata), uma Dal Ponte prata com preto, aparentemente confortável. Mas tinham me avisado uma coisa, e eu não dei importância por ter achado minha chuteira perfeita.


(Detalhe para a história: depois, andando pela loja, vi PROMOÇÃO em um cartaz. Era uma chuteira Adidas por R$19,90! E o cara não tinha me mostrado... ¬¬ Só tinha um par, e justamente minha pontuação.... GRRRRRR!! O cara disse que eu não iria gostar, porque era 'modelo antigo'. Quase tackleei ele!!!!!!! Mas como eu já tinha pago... ehehehehe)



Sim, continuando... Eu não tinha ligado para o que as meninas tinham me dito: a chuteira no começo dá calo e que era melhor eu colocar um algodãozinho pra evitar o atrito até a o calçado se adequar ao meu pezinho 39. Fui na cara e coragem para meu terceiro dia de rugby de chuteirinha nova... toda toda me achando!! hahahahaha Quando penso que não, começa a arder... e depois a criar bolha!!! CARAMBAAAAAAAAAA! Era verdade!!! E como doía o maldito calo... Eu até tirei essa foto na época (sim, esse pé enrugadinho é o meu ahahahahaha)
O quarto dia de rugby, eu insisti em calça-la. Piorou, claro! Mas mesmo assim joguei. Aí nos outros treinos voltei a usar o tênis até o calo sarar.
Depois, como um passe de mágica, a chuteira se ajustou perfeitamente ao meu pé! Uma delícia... Parecia ter aumentado uma pontuação! Hoje somos mui amigas, nunca me deixa na mão... :)



Por isso, repasso a todas que ainda vão comprar suas chuteiras:



1º - OLHE A LOJA TODA pra você não perder uma promoção de chuteira Adidas por R$19,90 ¬¬ e insista com o vendedor para checar se ele está falando a verdade e não quer tomar seu dinheiro sem te mostrar um produto bom e barato. heahehaehaehea
2º - Compre uma BBB, não precisa ser a mais cara, pois chuteira no rugby se vai rápido. Dê preferência as que tem a sola maleável pois quando você for fazer, por exemplo, um movimento de tração em um scrum, seu pé vai dobrar. Se a sola for dura, ela provavelmente vai rachar.
3º - Se você trabalha ou ganha mesada, guarde seu dinheiro!!! Porque se seus pais encherem teu saco contra o rugby, você vai lá e compra sem precisar do dinheiro deles.
4º - Sempre coloque sua chuteira, após o uso, em um lugar arejado e à sombra, e não ao sol, pois a maioria tem vinil e/ou plástico na composição e o calor excessivo pode deformar e machucar seus pés depois.
5º - Não pise muito no cimento para não gastar as travas (mas faça isso de vez enquando para você escutar o toc toc que soa muito bem aos ouvidos)
6º - Quando for calça-las, coloque mesmo o algodão ou band-aid, não faça como eu! Dói bastante o calo... Veja aí na foto!! Urgh!


Eu nunca vi chuteira de modelo feminino. Se a sua for assim, mande a foto dela pro nosso e-mail, POR FAVOR! hahahahaha :P Meu sonho é uma chuteira rosa pink, com a sola amarelo fluorescente! HAUIEHIUAEHUIEAUIAEUIAEIEAIEAIEAIEA :P


Beijo :**
Continue lendo...

24 de mai de 2009

TIMES DO BRASIL: ALIANÇA RUGBY CLUBE


Mais outro time nos mandou sua história, e iremos contar aqui. Pelo o que li, esse time é guerreiro e mostra que para haver um time de rugby, tem que ter força de vontade e garra pra botar pra frente!
Tanto o feminino quanto o masculino estão de PARABÉNS!!! uhuhuhuhu \õ///


"Apesar do pouco tempo de vida o Aliança Rugby Clube (ARC), tanto feminino e masculino, já têm alguns casos particulares a contar. Nosso time surgiu em outubro de 2007 depois que três ex-membros do Recife Rugby resolveram apostar em um novo time, com sangue novo cheio de coragem, raça e respeito. Um dos principais atuantes foi o Fernando Fávero, atual treinador do Rio Rugby Feminino, e um grande incentivador do Rugby aqui em Recife. Ele me levou para treinar no Recife quando lá nem no Nordeste haviam meninas treinando, e depois de formado o feminino do Aliança ele me convidou para fazer parte da equipe, já que eu também tinha me afastado de lá. Quando cheguei achei tudo diferente, tínhamos meninas fortes, corajosas, confiantes mas ainda faltava muita técnica. Mesmo assim vencemos o primeiro e único Campeonato Pernambucano que aconteceu, o que nos deu a vaga para a participação do campeonato Nordestino de 2008. Infelizmente manter um grupo amador fortemente unido, concentrado e dedicado é muito difícil, assim o time começou a se dispersar e não conseguimos manter nosso calendário no Nordestão. Depois da saída do Fernando, Spyke, William, associado a essas enormes perdas George (nosso treinador) e Evelliny (uma das nossas principais atletas) receberam a notícia da vinda da linda Mell, que foi uma alegria para nós mas uma grande perda para o Aliança. Para nós é muito difícil fazer uma distinção entre masculino e feminino no processo histórico pois os dois times sempre andaram ou desandaram juntos. Depois disso, Thiago, Rodrigo, eu e alguns outros tentamos continuar mas houve uma fase de decadência total gerada tanto pelo alto nível de rivalidade entre as duas equipes de Recife quanto pela falta de treinador capacitado para ministrar as aulas, o que resultou num desânimo geral e foi difícil acreditar...mas acreditamos.
Como um milagre dos céus recebemos a visita de um treinador de Portugal o nosso querido Troxa (Rui Rodrigues) que além de treinar o time feminino também manteve na ativa os poucos meninos que sobreviveram diante a falta de perspectiva. Ele também conseguiu unificar os times e com isso montamos a primeira Seleção Pernambucana que participou do último campeonato de 7's a side em Salvador. O feminino ficou com o vice-campeonato e o masculino não se classificou.
Terminado o campeonato fizemos ainda um amistoso em Natal, que por sinal foi uma linda experiência para o time feminino onde pude jogar pela primeira vez, ao lado da minha queria amiga (também pioneira no Rugby em Natal) Maíra Leal.
Nosso treinador foi embora e novamente dúvidas surgiram a respeito do futuro do Aliança, foram muitas as vezes que só apareceram uma ou duas pessoas no treino... mas como persistimos... atualmente temos um preparador físico bastante dedicado o Prof. Daniel Henrique Bastos, e também um treinador convocado para a Seleção Brasileira o Sr. Marcos Bezerra.
O time feminino hoje conta com: Bia, Rebeca, Elaine 1, Elaine 2, Erica, Mirtys, Karlla, Mayra, Nishi, Aninha, Mirian, Bruna, Mamulenga e Raisa. Infelizmente como nem tudo são flores não conseguimso reunir todas em um único treino mas estamos em constante contato para não deixar morrer o espírito do Rugby entre nós. Esta já é a terceira formação do time feminino que acredito eu tem tudo para ser um excelente time, basta se esforçar mais e acreditar um pouco mais do que temos acreditado.
Eu me sinto particularmente feliz e realizada estando no Aliança Rugby e espero fazer o melhor enquanto estes 47Kg estiverem de pé.
Obrigada pela oportunidade de falar de nós e estamos aguardando vocês para um jogo e muita diversão!
nosso site
www.aliancarugbyclube.com.br

Abraços,

Karlla"
Aliança Rugby Clube Feminino
Recife/PE



Me identifiquei muito com a história por ter que lutar pra ter o time, por nem todas as meninas irem treinar constantemente (bom saber que não é só o nosso hehehehe) e também porque eu comecei a treinar com 47kg hahahahahahahaha hoje tenho 54kg HUAEIHUIAEHUIEHEAHUEIUHE Foi difícil consegui-los... só consegui depois que parei um pouquinho para o "tempo de engorda" e depois que comecei a namorar... Namoro engorda, né? Mas eu tava precisando mesmo UIAHEUHIEHEHUIEIHUE :P
E nós também do Teresina Rugby Feminino queremos uma peladinha com vocês, hein??? Se quiserem vir, garantimos hospedagem, alimentação e um terceiro tempo daqueeeeeeeles :D

Um beijo a todos!!! :***
Continue lendo...

23 de mai de 2009

Dicas sobre ferimentos

Ferimentos leves ou profundos ocorrem em todos os esportes, não somente no rubgy (VIU, MÃEEE???!?!?!? ¬¬) e, para todos, os procedimentos de primeiros socorros têm que ser específicos para cada lesão. Buscamos na internet dicas para ajudar as leitoras e leitores deste blog pois, como não é todo mundo que procura saber, vai atrás e tal, colocarei aqui para que você saiba como agir antes que alguma coisa aconteça (isso se acontecer).


TIPOS DE FERIMENTOS:

A incisão é um corte bem definido feito por um material cortante. Quando nos membros, pode danificar estruturas como tendões.

A laceração é uma ruptura irregular causada por esmagamento ou dilaceração. Geralmente sangramentos mas lesa muito mais.

A abrasão ou escoriação é um ferimento leve em que as camadas mais superficiais da pele são raspadas, deixando a região em carne viva. Ocorre geralmente em quedas.

A contusão ou equimose ocorre quando o sangue escapa para os tecidos, após um golpe brusco. Pode geralmente ocultar danos mais profundos.

O ferimento perfurante apresenta uma pequena abertura externa, mas pode provocar grandes lesões internas. É o que ocorre quando pisamos em um prego.

Ferimento por transfixação é quando há perfuração porbala ou outro projétil com abertura do ferimento pequena e limpa, mas a sua saída é irregular e muito maior.



Ferimentos Leves ou Superficiais
O que fazer
Faça limpeza do local com soro fisiológico ou água corrente, curativo com mercúrio cromo ou iodo e cubra o ferimento com gaze ou pano limpo, encaminhando a vítima ao pronto Socorro ou UBS.
Cuidados
Não tente tirar farpas, vidros ou partículas de metal do ferimento.

Ferimentos abdominais abertos
Procedimentos: evite mexer em vísceras expostas, cubra com compressa úmida e fixe-a com faixa, removendo a vítima com cuidado a um pronto-socorro mais próximo.

Ferimentos profundos no tórax
Procedimentos: cubra o ferimento com gaze ou pano limpo, evitando entrada de ar para o interior do tórax, durante a inspiração. Aperte moderadamente um cinto ou faixa em torno do tórax para não prejudicar a respiração da vítima.

Ferimentos na cabeça
Procedimentos: afrouxe suas roupas, mantenha a vítima deitada em decúbito dorsal e agasalhada. Faça compressas para conter hemorragias, removendo-a ao posto de saúde mais próximo.
Não dar de beber ou comer a um ferido. Não será aconselhável se tiver de ser operado. Os alimentos sólidos podem piorar o seu estado
.

Sangramentos no Nariz
Procedimentos: Sente a vítima com a cabeça para frente e não deixe que ela mude de posição. Peça à vítima que respire pela boca. Peça à vítima que comprima o nariz entre os dedos, logo abaixo do rosto, por 10 minutos.
Se depois disso o sangramento continuar, a operação deve ser repetida. A vítima não deve tentar falar, tossir ou assoar o nariz. Isso pode atrapalhar a coagulação. Se o sangramento persistir por mais de 30 minutos, leve a vítima para o hospital na posição em que foi tratada.
Quando o sangramento estiver sob controle, na mesma posição, limpe delicadamente em volta do nariz e da boca com água morna. Com a sitação sob controle, oriente a vítima a descansar por algumas horas e não fazer esforço.


Sangramento na boca
Procedimentos: É importante orientar a vítima a ficar sentada com a cabeça para frente e inclinada para o lado lesado, para permitir que o sangue saia. Com um chumaço de gaze sobre a parte afeta, peça à vítima que o aperte entre os dedos por 10 minutos. Persistindo o sangramento troque a gaze.
Não deixe o sangue escorrer, pois, se engolir, seguramente haverá vômito. Com a situação controlada, evite oferecer bebidas quentes durante 12 horas.
Se voltar a sangrar, e se o sangramento persistir além de 30 minutos, procure o médico ou o dentista.




Espero que tenha sido útil e que vocês nunca precisem disso! UAIHEHUAIEHIEUEA :P
Depois colocaremos outras dicas aqui.



Ahhh! Espero que tenha sido um belo jogo o das meninas do Farrapos! E que no terceiro tempo elas tenham feito direito a brincadeira do copo de cerveja AHAIUHEHUIHAIUIEU



Meninas, mandem as fotos e comentários do evento pro nosso e-mail, certo? :D
E vocês, MANDEM O BRASÃO, FOTO OFICIAL, HISTÓRIA E HISTÓRIAS DO TIME PARA COLOCARMOS AQUIIIIIIII! Valeu!!

Bom sábado para todas e todos! Aqui, domingo é dia de rugby! Se for para vocês também, muitos trys lindos! \o

Beijos ;****
Continue lendo...

21 de mai de 2009

Rugby is SEXY!

Há mais ou menos uns 6 meses que as meninas da Seleção Brasileira de Rugby têm divulgado o esporte na mídia nacional, como por exemplo, indo ao Faustão, Pânico... Ótimo para o esporte, nos incentiva muito a iniciativa delas! :D Mas elas têm divulgado também o lado "sexy" do rugby: com seu calendário feito para arrecadar fundos para competirem em Dubai, exibem suas pernocas e sensualidade com a bola oval. Uh lalá!

Este rendeu muuuuito na mídia e o rugby passou a ser associado às suas praticantes: "Ah, eu vi no Faustão o time daquele negócio que tu joga... só lembrei de ti!!! Tu joga mesmo aquilo?!". Ah, é legal a gente ser lembrada pelo nosso esporte, e essa pergunta também nos é comum, pois ninguém acredita que (no meu caso) 54kg podem fazer um "estrago" no gramado.

Mas a pergunta que vem a seguir desta é: "E quando vocês vão fazer o calendário de vocês?!?!?! *faz cara gulosa*" UIAHEUIAEHUAEHUEAHUIEAI! Alguns carinhas que eu conheço me perguntaram isso... Não sei se perguntaram a vocês também :P

Calendário... é legal... mas respondi que a gente não sabe se faria ou não. Não é todo mundo que faria isso por vergonha, medo da reação das pessoas. Querendo ou não, alguns espectadores saem do foco rugby e partem pro lado carnal da coisa. Sem contar que nós do Teresina Rugby Feminino ainda não temos planos tão grandes que precisem desse esforço enorme. Mas no caso delas, tudo isso foi válido, pois precisavam mesmo para bancar a viagem e nos trazer o 10º lugar no ranking mundial.

Essa idéia de fazer calendários para divulgar e arrecadar fundos não vem de agora. Nós, mulheres, também nos deliciamos com o calendário masculino dos jogadores franceses, o Dieux du Stade, que significa Deuses do Estádio (procurem no Google, meninaaaaaaaaaaaasssss!!!!!!!!!!!! hahahahahaa) e é um sucesso de vendas por lá. Mas também.... uhuuhuh!

Então, meninos, vamos fazer o seguinte: vocês fazem o calendário de vocês, já que as meninas já fizeram, e depois a gente faz também.... O que acham? UHAHEIUHAIUEHUAIEHUEIAHUAI

Muito válida esta troca, né meninas? :D

Beijos :*
Continue lendo...

20 de mai de 2009

O Rugby é isto, meus amigos...





Aos amantes de rugby é muito chato explicar para amigos, amigas, mamãe, papai, vovô, vovó, primos, primas, cachorros, gatos, papagaios (kkkkkkkkk brincadeira), pessoas que nos param nos Pub's quando vamos assistir aos jogos de rugby na TV e perguntam: - Mas por que vocês jogam esse esporte tão violento?!? Qual o prazer de se "atracar" com outra pessoa?!? O que tem de tão interessante em jogar esse tal de Rugby?!?

Incrível como é difícil explicar porque gostamos disso ou daquilo... as palavras não saem ou simplesmente não se sabe onde e como colocá-las em uma frase para definir algo que se sentir sobre o que se gosta, venera, se apaixona!
Ao falar do significado de rugby é inconfundível para mim pela convivência e importância que se tornou em minha vida este “esporte” pela transmissão de harmonia, sintonia, raça, força, garra, perseverança, união, amizade, companheirismo e a família que se forma! Bom uma das mais espetaculares respostas, que me deixa sem palavras, sobre o rugby foi ao assistir a esse vídeo do comercial da Heineken Cup de Rugby . Com um texto maravilhoso que foi extraído do filme "Um Domingo Qualquer" ("Any Given Sunday")... a harmonia entre palavras e gestos demonstram o que seria esse tal rugby.

Pra quem quer conferir o texto segue a tradução:



"Quando envelhecemos, vamos perdendo algumas coisas. Isso faz parte da vida. Mas só nos apercebemos disso quando começamos a perder coisas. Descobrimos que a vida é esse jogo de centímetros... tal como o Rugby. Porque em ambos os jogos, a VIDA ou o RUGBY a margem de erro é tão pequena... meio passo tarde demais... ou cedo demais.. e já não conseguimos. Meio segundo lento demais... ou rápido demais e não apanhamos. Os centímetros estão à nossa volta. Em cada oportunidade do jogo, em cada minuto, em cada segundo. Neste jogo lutamos por esse centímetro. Neste jogo, nós e todos à nossa volta fazem o que for preciso por esse centímetro. Arranhamos com as nossas unhas por esse centímetro, pois sabemos que quando percorrermos todos esses centímetros, é isso que vai fazer a diferença entre ganhar e perder! Entre viver e morrer! Digo a vocês o seguinte: Em qualquer luta, é aquele que está disposto a morrer que vai ganhar esse centímetro. E eu sei que ainda me resta vida, é porque ainda estou disposto a lutar e a morrer por esse centímetro. Porque viver é isto! Os seis centímetros à frente de sua cara! Têm de olhar para aquele do seu lado! Olha-lo nos olhos! Agora, você verá um cara que percorrerá esse centímetro por vocês. Um cara... que se sacrificará por este time, porque ele sabe, que na hora da verdade, vocês vão fazer o mesmo por ele! ESTA É A DEFINIÇÃO DE UM TIME! Ou nos UNIMOS agora, como um TIME, ou morremos como INDIVÍDUOS. O Rugby é isto, meus amigos. Copa Heineken!”







Por isso que eu vivo o RUGBY!!!





Continue lendo...
Aos amantes de rugby é muito chato explicar para amigos, amigas, mamãe, papai, vovô, vovó, primos, primas, cachorros (kkkkkkkkk brincadeira), pessoas que nos param nos Pub's quando vamos assitir aos jogos de rugby na TV e perguntam: - Mas por que vocês jogam esse esporte tão violento?!? Qual o prazer de se "atracar" com outra pessoa?!? O que tem de tão interessante em jogar esse tal de Rugby?!?
Incrivél como é difícil explicar porque gostamos disso ou daquilo... ao falar de rugby é inconfundível a harmonia, sintonia, raça, força, garra, perceverança, união, amizade, companheirismo e a família que Bom uma resposta que me deixou sem palavras foi ao assitir a esse vídeo que achei em uma comunidade, não encontrava palavras pra descrever sobre o rugby então
Nussaaa... chorei ao assitir esse video do comercial da Heineken Cup de Rugby *-* O texto maravilhoso foi extraído do filme "Um Domingo Qualquer", título original "Any Given Sunday" estrelado por Al Pacino. tradução pra conferir: "Quando envelhecemos, vamos perdendo algumas coisas. Isso faz parte da vida. Mas só nos apercebemos disso quando começamos a perder coisas. Descobrimos que a vida é esse jogo de centímetros... tal como o Rugby. Porque em ambos os jogos, a VIDA ou o RUGBY a margem de erro é tão pequena... meio passo tarde demais... ou cedo demais.. e já não conseguimos. Meio segundo lento demais... ou rápido demais e não apanhamos. Os centímetros estão à nossa volta. Em cada oportunidade do jogo, em cada minuto, em cada segundo. Neste jogo lutamos por esse centímetro. Neste jogo, nós e todos à nossa volta fazem o que for preciso por esse centímetro. Arranhamos com as nossas unhas por esse centímetro, pois sabemos que quando percorrermos todos esses centímetros, é isso que vai fazer a diferença entre ganhar e perder! Entre viver e morrer! Digo a vocês o seguinte: Em qualquer luta, é aquele que está disposto a morrer que vai ganhar esse centímetro. E eu sei que ainda me resta vida, é porque ainda estou disposto a lutar e a morrer por esse centímetro. Porque viver é isto! Os seis centímetros à frente de sua cara! Têm de olhar para aquele do seu lado! Olha-lo nos olhos! Agora, você verá um cara que percorrerá esse centímetro por vocês. Um cara... que se sacrificará por este time, porque ele sabe, que na hora da verdade, vocês vão fazer o mesmo por ele! ESTA É A DEFINIÇÃO DE UM TIME! Ou nos unimos agora, como um time, ou morremos como indivíduos. O Rugby é isto, meus amigos. Copa Heineken!”
RUGBY!!!! \Õ/////


Continue lendo...
Aos amantes de rugby é muito chato explicar para amigos, amigas, mamãe, papai, vovô, vovó, primos, primas, cachorros (kkkkkkkkk brincadeira), pessoas que nos param nos Pub's quando vamos assitir aos jogos de rugby na TV e perguntam: - Mas por que vocês jogam esse esporte tão violento?!? Qual o prazer de se "atracar" com outra pessoa?!? O que é esse tal de Rugby?!?


Bom até assitir a esse vídeo que achei em uma comunidade, não sabia


Nussaaa... chorei ao assitir esse video do comercial da Heineken Cup de Rugby *-*
O texto maravilhoso foi extraído do filme "Um Domingo Qualquer", título original "Any Given Sunday" estrelado por Al Pacino.
tradução pra conferir:
"Quando envelhecemos, vamos perdendo algumas coisas. Isso faz parte da vida. Mas só nos apercebemos disso quando começamos a perder coisas. Descobrimos que a vida é esse jogo de centímetros... tal como o Rugby. Porque em ambos os jogos, a VIDA ou o RUGBY a margem de erro é tão pequena... meio passo tarde demais... ou cedo demais.. e já não conseguimos. Meio segundo lento demais... ou rápido demais e não apanhamos. Os centímetros estão à nossa volta. Em cada oportunidade do jogo, em cada minuto, em cada segundo. Neste jogo lutamos por esse centímetro. Neste jogo, nós e todos à nossa volta fazem o que for preciso por esse centímetro. Arranhamos com as nossas unhas por esse centímetro, pois sabemos que quando percorrermos todos esses centímetros, é isso que vai fazer a diferença entre ganhar e perder! Entre viver e morrer! Digo a vocês o seguinte: Em qualquer luta, é aquele que está disposto a morrer que vai ganhar esse centímetro. E eu sei que ainda me resta vida, é porque ainda estou disposto a lutar e a morrer por esse centímetro. Porque viver é isto! Os seis centímetros à frente de sua cara! Têm de olhar para aquele do seu lado! Olha-lo nos olhos! Agora, você verá um cara que percorrerá esse centímetro por vocês. Um cara... que se sacrificará por este time, porque ele sabe, que na hora da verdade, vocês vão fazer o mesmo por ele! ESTA É A DEFINIÇÃO DE UM TIME! Ou nos unimos agora, como um time, ou morremos como indivíduos. O Rugby é isto, meus amigos. Copa Heineken!”



RUGBY!!!! \Õ/////


Continue lendo...

TIMES DO BRASIL: FARRAPOS RUGBY

As meninas dos FARRAPOS RUGBY tem uma história hilááááária de TERCEIRO TEMPO (e quem não tem?!) que mandaram via e-mail e claro, repassarei aqui! MANDEM VOCÊS TAMBÉÉÉÉÉÉÉM! Esse blog é de vocês :) Beijos!

"Terceiro Tempo

A equipe do Farrapos Rugby Clube recebeu as meninas do Charrua Rugby Clube para um jogo amistoso, aproveitando que o masculino estava na cidade para um jogo válido pelo Campeonato Gaúcho.

Durante o jogo dos guris uma das gurias do Charrua fala em competição de cerveja. Nós como sempre nos achamos boas de copo aceitamos. Nosso time é novo, tem três meses apenas, então recebemos muitas dicas das meninas durante o terceiro tempo. Muita conversa e risada até que alguém diz: “E o campeonato de ceva?”. Depois de chamar junto quem estava afim do desafio, ouvimos as regras de como funciona. Estamos em quatro para cada lado, e é preciso uma pessoa neutra para ser juiz e dar início. Essa pessoa deve virar um copo sem deixar uma gota sobrando e bater ele vazio na testa, a partir disto todas as outras seguem fazendo isso até o fim. Copos alinhados, quantidades iguais, e concentração para não rir, começa a divertida disputa. Com torcida e tudo: “Vai vai vai vai!!!!!”. Uma das nossas gurias não toma tudo até o fim e mesmo assim bate o copo descartável na testa respinga cerveja em quem esta ao redor, a última das nossas não tem com quem duelar, mas, toma todo o copo até o fim pra não sair do clima. Resultado; levamos um banho na competição de ceva. Ai se cria um terceiro tempo no terceiro tempo pra discutir como melhorar o desempenho na hora de virar o copo. E a gente pensando que era boa de copo, até os guris acharam que dessa não perderíamos. Agora além dos treinos normais, precisamos treinar para não fazer mais feio no campeonato de cerveja.

Neste sábado (23) teremos jogos, contra o Charrua – Porto Alegre/RS UniBrasil/CRC Curitiba/PR. E quem sabe mais competição de cerveja.

Abraços.

Farrapos Rugby Clube

Bento Gonçalves/RS"




AUHEUIHAEIHAEIUAHEIUAEHIUHUHIAE :P Nós do Teresina Rugby Feminino nunca participamos de um terceiro tempo nosso, só do masculino mesmo, pois nunca jogamos contra outro time (QUEM QUISER JOGAR CONOSCO, MANDE EMAIL xD), mas eu ri demais numa tal de competição de guerra de colher... hahahahahah.. Então, além da história do terceiro tempo, fica a dica aí: sábado, dia 23, jogos contra contra o Charrua – Porto Alegre/RS UniBrasil/CRC Curitiba/PR. Boa sorte, meninas! Mandem as fotos depois!


Beijos :*

AAAAAHHH! MUITO OBRIGADA PELO APOIO E DIVULGAÇÃO QUE TEMOS RECEBIDO!!! MUITO IMPORTANTE PRA NÓS! :D
Continue lendo...

19 de mai de 2009

Fotos do TRF

Avisar aqui que as fotos do jogo demonstrativo do Dia das Mães do Teresina Rugby Feminino está no álbum do perfil do orkut.

Fotos: Irakerly Filho

Edição: Teresa Raquel e Anna Joana



Link: http://www.orkut.com.br/Main#Album.aspx?uid=7442684793281907269&aid=1242503191&p=0



Valeeeeeu :*



Continue lendo...

18 de mai de 2009

Está em busca de jogadoras de RUGBY?

Percebi que muitas meninas que adicionaram o nosso perfil no Orkut já treinaram ou tiveram contato com o esporte, mas onde estão não tem time ou se já teve, não tem mais.
Me pergunto o motivo. Às vezes, acho que é falta mesmo de divulgação e de iniciativa para isso. No Brasil há jogadoras em potencial em todos os lugares! Mas acho que estão deixando de lado a mina de ouro que existe em toda cidade: periferias. O que o rugby precisa?! Meninas corajosas, "violentas", que corram muito, sem frescura no geral. E por que não vejo essas meninas no gramado?????
Falta divulgação de que o rugby é um esporte para todos, sem distinção de classe social, raça ou credo. Acho que devem pensar que como é algo "estrangeiro", é caro e inacessível, e não é!!! É partindo disso que a divulgação tem que ser feita.
Temos uma jogadora no Teresina Rugby Feminino que se inclui nessas características e é fabulosa!!!! Corre demais, é forte, tem condicionamento físico de fazer inveja a todas do time! Ela entrou no time graças ao projeto social de trazer os moradores do bairro São João pra jogar com a gente. Ela é da família TRF! Sua casa foi alagada na enchente e o time se mobilizou pra ajuda-la e tal... como fariamos com qualquer outra jogadora.
Logo, divulgação e carinho pra trazer essas pessoas ao rugby parece ser a fórmula de "coletar" o ouro da mina. Depois é só lapidar... :) Procurem apostar nisso! Programas de TV com esse público alvo, palestras em escolas, eventos nesses locais estratégicos. Vocês não vão se arrepender.
Sobre times que se dissolvem... eu não sei explicar. O time daqui (feminino) já se dissolveu, restando 3 pra treinar. Até eu mesma já deixei o rugby. O motivo foi escola, estava tomando muito meu tempo e não daria pra conciliar, sem contar a desorganização que estava. Só a partir desse ano que viemos voltar a crescer mesmo. De 3, pulamos pra 16 cadastradas, mas só 12 se pode contar para competições, pois estão indo treinar e presenciando em aulas.
O rugby feminino realmente passa por altos e baixos, pois é muito dificil reunir jogadoras que realmente querem praticar o esporte. E também, há um preconceito acerca do rugby, por ser "violento", ser para "homens". GRRRRRRRRRRR! QUE NADAAAAAAAA! SE ELES PODEM, NÓS PODEMOS TAMBÉÉÉÉÉM!!!! A seleção feminina que o diga: TOP 10 no MUNDOOOO! E o masculino, cadê? hahahahaa (Essa "grosseria" é direcionada aos meninos que nos julgam incapazes, ok?! :P)
Então meninas, DIVULGUEM! "A propaganda é a alma do negócio". Se conseguirem ao menos uma menina, já é um bom resultado!


Beijão :*







Teresina Rugby Feminino no dia da apresentação no dia das mães, na AABB/Teresina - PI

Continue lendo...

15 de mai de 2009

Lição de casa do rugby: RESPEITO!

No rugby, você aprende a respeitar o outro, querendo ou não. É até um paradoxo pra quem não joga: como uma pessoa bate em outra no meio do jogo e depois vão beber juntos, se abraçar, confraternizar no terceiro tempo. Esse é o barato desse esporte.
No futebol, se alguém triscar em ti de mal jeito, você se joga, faz draminha e tal... tudo bem, futebol é o rei das contusões sérias, mas convenhamos!!!! A Globo perde atores ali. E eu acho isso falta de respeito induzir falsamente a um resultado negativo o seu companheiro de esporte, apesar de ser adversário naquele momento.
No rugby, há regras não apenas por existir, mas de tentar assegurar segurança a quem joga. A pessoa tackleada sai de queixo erguido, segue o jogo em respeito ao time adversário também. O jogo é mais limpo. Só sai mesmo quando o sangue escorre ou seu limite é atingido. Sai pra não prejudicar seu time, e pra manter sua honra e assumir o limite. Respeito a si, aos outros e ao time.
E vá discutir com o árbitro no rugby, vá! Se você não for capitão, leva no mínimo um cartão de expulsão temporária na cor amarela que corresponde no 7's a 2 minutos e no XV, 10. Agora no futebol, mãe de juiz sofre! Apontam o dedo na sua cara, acusam e atrasam o jogo por falta de respeito com o árbitro. Sim, se ultrapassar os limites ali leva um cartão amarelo de advertência, mas ele permanece em jogo.
Acho sábio demais terceiro tempo... nem que seja sob efeito do álcool da Heineken (opa, patrocinador! hahaahha) os inimigos em campo se abraçam!!! Festa! Comentários! uhuhuhuh... bom demais!! Mas a gente fala sobre isso em outro post... isso rende muita história!!


MANDEM PRO RUGBYDECALCINHA@GMAIL.COM SEU RELATO SOBRE UM TERCEIRO TEMPO LEGAL! NÃO PRECISA SE IDENTIFICAR AHAHAHAHA (só se a história for cabeluda demais (6))


beijão! :*
Continue lendo...

14 de mai de 2009

O hematoma (O que é e como cuidar)

HEMATOMAS
Tropeções que resultam em quedas, bater com o cotovelo na mesa, levar uma “entrada” durante uma partida de rugby, para citar alguns exemplos. Esses são todos fatores comuns no dia-a-dia e que podem levar à formação de manchas vermelhas, azuis ou roxas na pele: são os hematomas.

O problema é causado quando algum tipo de batida, apesar de não afetar a pele, acaba atingindo pequenos vasos sanguíneos (capilares). Esses canais se rompem, o sangue vaza, e fica preso debaixo da superfície da pele. O local, então, muda de coloração.

Geralmente, hematomas são doloridos e apresentam inchaço. Existem três condições para o problema: subcutâneo, intramuscular e periosteal (quando atinge o osso, é o caso mais grave de hematomas).

Sintomas e diagnóstico

Um hematoma, dependendo da gravidade, pode levar meses para desaparecer, mas, no geral, o problema dura cerca de duas semanas. Dor, inchaço e mudanças de cor são os sinais mais comuns. Praticar atividades que utilizam os músculos atingidos passa a ser difícil.

A princípio, forma-se uma mancha avermelhada na qual é sentida certa sensibilidade ao ser tocada. Então, a região passa a apresentar uma coloração mais para o azul e roxo (dois dias após a batida) e, depois, amarela e verde (de cinco a dez dias após o início do processo), até a pele voltar ao normal (entre dez e 14 dias).



Algumas condições favorecem o aparecimento de hematomas, como: quão forte é a pele da pessoa, a presença de algumas doenças ou se o paciente está tomando determinados tipos de remédio (como anticoagulantes). Outro fator a ser considerado é que pessoas de mais idade tendem a ter vasos sanguíneos mais frágeis, portanto, estão mais propensas a ter hematomas.

Tratamento e Prevenção

O método para tratar de hematomas consiste em tomar medidas para que a recuperação seja mais rápida. Primeiramente, aplicar gelo assim que o machucado aparece não só mantém o inchaço em um nível menor, como faz com que o fluxo sanguíneo diminua na área, assim como o tamanho do hematoma.

Outra medida que pode ajudar é manter os locais atingidos elevados, acima do coração (como deitado e com a perna para cima). Se a pessoa tiver um hematoma na perna, por exemplo, e continuar andando normalmente, o problema vai se desenvolver de maneira mais rápida.

A prevenção dos hematomas é difícil, pois batidas e quedas (no rugby) são comuns no dia-a-dia. Contudo, é preciso levar em conta importantes questões, como: não tentar tirar o sangue do hematoma com uma agulha, não ignorar a dor e/ou inchaço e manter a região atingida sem movimento.

Deve-se procurar ajuda médica rapidamente no caso de hematomas aparecerem sem razão aparente; haver sinais de infecção, pus ou febre; a dor e o inchaço aumentarem cada vez mais; se o hematoma for próximo aos olhos ou se não desaparecer em até duas semanas.

Como disfarçar esteticamente

Você está programando aquela festa pra estrear o seu vestido novo quando você olha que, após aquele try lindo, tem um hematoma na sua perna. Não é caso para pânico! Disfarçar esse monstro é fácil, basta você ter em mãos sua maquiagem.

Acho que este é o único modo de fazer isso. Primeiro, se for recente, coloque gelo que, como você viu acima, ajuda bastante a dissolver o sangue e evitar que fique roxo. Depois colocar uma compressa quente ajuda também, seguida com um pouco de remédio para este fim, como Gelol. Segundo, você faz a maquiagem em cima do hematoma como se estivesse acertando sua pele facial. Passe primeiro o corretivo (opcional), depois a base (espalhe bem até o roxo desaparecer) e depois o pó compacto (sem exagero, apenas pra tirar o brilho da base). O segredo está na tonalidade do produto que tem que ser de acordo com sua pele. Se a maquiagem for mais clara ou escura que sua pele, é melhor assumir seu hematoma! Ah, e antes de dizer que foi no RUGBY, diga que foi no FUTEBOL AMERICANO! Ou você vai querer perder a festa toda explicando o que RUGBY?! =P



Siga o Rugby de Calcinha no twitter @rugbydecalcinha 
Continue lendo...

12 de mai de 2009

Sinônimo muuuuito estranho.....

Essa semana, mudei aquela frase que a gente escreve no orkut que fica bem na parte superior da página para "Hooker do Teresina Rugby Feminino \o/". Até aí tudo certo pra quem entende do esporte. Mas aí duas pessoas vieram comentar sobre a mudança. Primeiro, meu amigo gringo: "Since when is good to be a hooker?!". Estranhei... Depois, veio meu namorado: "Hooker do Teresina Rugby Feminino ???????????????????". Aí me toquei que hooker significa prostituta em inglês ¬¬.

Nossa... que horrível!!!! Eu não tinha me dado conta.... No msn, meu namorado me pergunta "Por que vc é prostituta do rugby?!". Aí fui explicaaaaaaaar e tal... disse pra ele procurar no Wikipédia sobre isto. Ele me voltou com esta imagem:

GRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR!!!!! QUE PRECONCEITUOSA!!!!!!! Aqui acho que não ocorre muito essa assimilação porque no Brasi não é todo mundo que fala inglês e sabe essas gírias. Mas imaginem nossas amiguinhas hookers de times da língua inglesa! : Caramba... que otariedade!!!!!!!

Ainda bem que expliquei direitinho para os dois. Espero que essa brincadeirinhas de mau gosto não seja uma constante na vida de vocês, nós hookers do Brasil!

Se alguém tiver alguma história sobre, comente aqui!!

BEIJÃO! :**

Continue lendo...

11 de mai de 2009

Caramba... ontem foi show!!! O Teresina Rugby Clube fez uma manhã de rugby para homenagear nossas mães sofredoras (ser mãe de jogadora de rugby é um martírio!!!) na AABB de Teresina, e o feminino ARRASOU! Jogamos muito bem, apesar do pouco treino que tivemos devido ao alagamento da cidade e, consequentemente, dos campos que treinamos. Mas jogamos com raça e técnica, mas a terrível organização de linha de passe e o ruck ainda tiveram defeitinhos...
12 das 16 meninas cadastradas jogaram, sendo 6 em cada time. O time A foi: Maria Clara, Érica (que nunca tinha jogado, apenas assistido aulas e treinos técnicos), Manu, Hanna, Thays e Ana Cláudia. No time B, Anna Joana, Tamara, Ivna, Dani, Teresa e Camille.
No primeiro tempo, Teresa começa abrindo vantagem com um try com uma pitada de hand off. Mas logo a Thays empata com toda a sua velocidade... ali corre! O primeiro tempo é muito disputado, com tackles lindos... e termina empatado. Segundo tempo, todo mundo cansado, mas vamos lá! Quem abre o placar do 2º tempo é Anna Joana, com sua velocidade que lhe rendeu o apelido de papa-léguas ou trenózinha hhahahaha, mas que quase foi impedida com um tackle encima da linha do in goal. O jogo segue, disputado ainda. Combinam jogadas, defesa intercepta. Anna Joana marca outra vez, driblando mais um tackle perto da linha. O jogo ferve no sol quente da manhã!!!! Todo mundo bicolor no outro dia HAHAHAHAHAHAHA! Thays, seeeeempre Thays correndo à 60 km/h converte mais 1 try pro time B. Está 3x2... Camille pega a bola e dispara rumo ao in goal... mas Thays à alcança e tenta derrubar... antes de cair, toca a bola para Teresa que está logo atrás, que tenta o try, mas é tackleada. Caída no chão, se arrasta... sem soltar a bola.... TRY! O juiz marca!!!! Time B vibraaaaa!!! Teresa ofereceu seus dois trys à sua mãe que estava presente. "Mããããããããããããeeeee, é pra senhoraaaaaaaaaa!!!" gritou... "Obrigada!"... "Mãe, a senhora sabe o que é try?!" "Não.. hauihaeui" "É o gol do rugby, mãe.. eu fiz um gol pra senhora (é sempre bom simplificar, né? UIHAIEHIUAEHIEAHUIEAUI)" "Ahhhhhhhhhhh... que bom!!!! UIAEHUIAEUIAEUIE".
O jogo terminou 4x2 pro time B, num dia que vai ficar marcado na história do rugby teresinense, pelo menos pro time feminino. :) E nesse blog, é o que importa.
Beijossss, rugbístas de lingerie! Em breve, fotos do jogo!
Continue lendo...

Arquivos

 

Rugby de Calcinha Copyright © 2009 Rugby de Calcinha